segunda-feira, 12 de abril de 2010

A estética romântica (revisão)


“É curioso verificar até que ponto, antes de meados do século XVIII, era raro os artistas se desviarem dos estreitos limites da ilustração, pintarem uma cena de romance ou um episódio da história medieval ou de seu próprio tempo. Tudo isso mudou muito rapidamente durante o evoluir da Revolução Francesa. De repente, os artistas sentiram-se livres para escolher qualquer coisa como tema, desde uma cena de Shakespeare a um acontecimento do dia, o que quer que, de fato, apelasse para a imaginação e despertasse interesse.” (Gombrich, E. H., em A História da arte, p. 481, grifos meus)
Marat assassinado (1793), Jean-Louis David.
“[Os contemporâneos da Revolução] achavam estar vivendo tempos heróicos, e consideravam os acontecimentos de seus próprios dias tão dignos da atenção do pintor quanto os episódios da história grega e romana” (Gombrich, op.cit., p. 485)
Arte voltada para a nobreza (modelos clássicos) – temas fixos, repetição de modelos, imitacio
X
Arte voltada para a burguesia (estética romântica) – revolução artística: novas referências para a arte (liberdade formal e temática)
Projeto literário do Romantismo:
• Valorização do indivíduo (e toda a sua complexidade emocional);
• Exaltação do amor à pátria e dos símbolos nacionais;
• Divulgação dos valores burgueses: trabalho, sacrifício e esforço.
“Em lugar da origem nobre que assegura o direito à distinção e ao reconhecimento social, os textos literários traçarão o perfil de heróis que precisam agir, sofrer, superar obstáculos de toda a natureza para se qualificarem como exemplares. Na sociedade capitalista que remunera o trabalho, sacrifício e esforço passam a valer mais que a nobreza que se recebe de herança.” (ABAURRE, M. L., Literatura Brasileira, p. 218)
Carcterísticas da estética romântica:
  • Liberdade é a palavra-chave.
  • Substituição de moldes clássicos pela liberdade criadora do sujeito.
  • Negação do convencional e da imitação.
  • O artista romântico não imita: ele cria; quer ser original.
  • Obra de Arte = alma do artista.
  • O gênio do artista: amor, paixão, emoção, intuição (criação de uma nova sensibilidade).
  • Interpretar a realidade a partir da emoção: sentimentalismo.
  • Temas Nacionais: construção do Estado (heróis e valores da nação)
  • Culto da Noite (forças inconscientes, sonho, imaginação, sobrenatural).
Então, o que me dizem?

Nenhum comentário: